Geral

9 mineiros soterrados em mina de ouro na China são achados mortos


11 dos 22 soterrados foram resgatados no domingo. Um já tinha sido declarado morto e outro está desaparecido. Mais de 500 agentes trabalham nas buscas. Mina de ouro em Qixia, no leste da China, onde 22 trabalhadores foram soterrados no dia 10
Aly Song/Reuters
Nove dos 10 mineiros ainda presos a centenas de metros de profundidade em uma mina de ouro no leste da China foram encontrados mortos, anunciou nesta segunda-feira (25) a imprensa estatal chinesa.
Uma explosão em 10 de janeiro em uma mina de ouro em Qixia, na província oriental de Shandong, bloqueou 22 mineiros a várias centenas de metros de profundidade.
Desde então, dez morreram, 11 foram resgatados vivos no domingo e um ainda está desaparecido, informou a agência de notícias Xinhua.
Um dos 11 resgatados estava extremamente fraco e foi levado de ambulância para um hospital. Os outros estavam recebendo alimentos e suprimentos e foram retirados de uma outra área da mina.
Mineração na China
A operação mobilizou mais de 500 agentes de grupos de resgate do país, e o chefe local do Partido Comunista e o prefeito da cidade de Qixia foram demitidos após o acidente.
Os acidentes de mineração são frequentes na China devido às precárias medidas de segurança e ao descumprimento das normas.
O país registrou 573 mortes relacionadas a acidentes em minas apenas no ano passado.
VÍDEOS: as últimas notícias internacionais