Geral Saúde

Alemanha prorroga lockdown até 7 de março para conter propagação da Covid-19


Essa é a terceira vez seguida que o país estende o confinamento imposto durante nova onda da pandemia do coronavírus na Europa. Chanceler da Alemanha, Angela Merkel, em entrevista coletiva na sede do governo em Berlin em 10 de fevereiro de 2021
Markus Schreiber/Reuters
O governo da Alemanha anunciou, nesta quarta-feira (10), que vai estender o lockdown imposto em todo o país até, pelo menos, o dia 7 de março. A medida visa conter a propagação de novas variantes da Covid-19.
“Há muita incerteza em torno das mutações [do vírus Sars-Cov-2], e é claro que elas tem alguma vantagem de propagação”, disse a chanceler alemã, Angela Merkel, em entrevista coletiva. “É por isso que temos que diminuir o número de casos.”
Essa é a terceira vez seguida que o país muda a data final do confinamento imposto durante a nova onda da pandemia do coronavírus no continente europeu.
Com a prorrogação do confinamento, permanecem fechados:
Bares
Restaurantes
Hotéis
Academias de ginástica
Cinemas
Teatros
Comércio não essencial
Pessoa anda sozinha em frente ao Portão de Brandemburgo, em Berlim, em ruas vazias por causa das restrições contra a Covid-19, no dia 19 de janeiro.
Stefanie Loos/AFP
Segundo o plano de reabertura defendido por Merkel, é preciso que o número semanal de infecções caia para 35 a cada 100 mil habitantes para que se avalie a volta das atividades.
Atualmente, essa taxa está em 68 infectados a cada 100 mil habitantes, número bastante inferior aos 200 por 100 mil registrados no fim de dezembro do ano passado.
O governo anunciou também que a prioridade da reabertura estará nas creches e escolas, que poderão voltar a funcionar antes mesmo do prazo determinado.
Salões de beleza também poderão ser reabertos antes deste prazo. A previsão do governo, é que esse tipo de estabelecimento possa voltar a funcionar em 1º de março.
Proibição de viagens
Aviões da companhia Lufthansa no aeroporto de Frankfurt, Alemanha, em foto de 25 de junho de 2020
Kai Pfaffenbach/Arquivo/Reuters
No fim de janeiro, a Alemanha proibiu entrada de viajantes com origem no Brasil para tentar conter a nova variante do coronavírus.
A medida também foi aplicada a pessoas que estiveram recentemente na África do Sul, em Portugal, Reino Unido e Irlanda e, inicialmente, será válida até 17 de fevereiro.
A Alemanha está sob intenso confinamento desde novembro, com uma segunda onda do coronavírus muito pior e mais longa do que a primeira.
O número de casos registrados da doença passa dos 2,3 milhões no país, e as mortes por Covid-19 já são mais de 63,2 mil.
VÍDEOS mais vistos do G1
s