Geral

Após cortejo com imagem, ruas da Cidade Baixa ficam vazias em dia de Lavagem do Bonfim

A Lavagem do Bonfim atrai milhares de pessoas às ruas da Cidade Baixa todos os anos. Pela manhã acontece o tradicional cortejo puxado pelo andor com a imagem peregrina, pela tarde é a parte profana que dita às regras, com muita música, bebida alcóolica e confusão. Mas nada disso foi visto hoje, além do cortejo ter acontecido de forma diferente para evitar aglomeração, na tarde de hoje o que se viu foram ruas vazias.   

Segundo a Transalvador, os acessos à Colina Sagrada estão interditados. Apenas veículos oficiais ou de imprensa terão acesso ao local. Está proibido o estacionamento nas vagas Zona Azul que ficam na Colina Sagrada, na Ladeira do Bonfim, no Largo do Bonfim, na Baixa do Bonfim e na Rua Teodózio Rodrigues de Faria. 

Operação da prefeitura

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur) chegou a interditar pela manhã dois estabelecimentos na Avenida Jequitaia, no Comércio. Os espaços estavam funcionando fora do horário permitido, a partir das 12h, em função dos protocolos para coibir aglomerações na festa simbólica em homenagem ao Senhor do Bonfim. 

A operação teve início às 20h da última quarta-feira (13), com equipes fiscalizando bares, restaurantes e outros empreendimentos. No total, 34 estabelecimentos receberam a visita dos agentes.

Leia também:

Senhor do Bonfim: “É como um bálsamo, renova a nossa esperança”, diz padre Edson

Lavagem do Bonfim com igreja interditada é inédito na memória da festa, diz historiador