Esporte

Bahia vence Corinthians na Fonte Nova e sai da zona de rebaixamento

Ramírez deixou dois marcadores no chão antes de marcar um golaço na Fonte Nova

O Bahia respira no Campeonato Brasileiro. Em uma noite eficiente, o tricolor venceu o Corinthians por 2×1, nesta quinta-feira (28), ultrapassou o Fortaleza – no número de vitórias -, e saiu da zona de rebaixamento. 

O atacante Gilberto e o meia Ramírez, ambos no primeiro tempo, marcaram os gols que garantiram ao Esquadrão a 16ª colocação no Brasileirão, com 35 pontos. Gabriel descontou para o time paulista.

O próximo compromisso do Bahia na Série A será no domingo (31), quando visita o Vasco, em São Januário, em mais um confronto direto na luta contra o rebaixamento.

Eficiente
Diante de um adversário que optou por uma postura mais defensiva nos primeiros minutos, o Bahia iniciou o a partida com mais posse de bola, mas também dificuldade para construir as jogadas e furar o bloqueio montado pelo Corinthians no meio-campo.

A estratégia do tricolor passava pelas bolas longas, principalmente nos lançamentos de Lucas Fonseca e Gregore, que tentavam encontrar o lateral Nino Paraíba na direita.

Aos poucos, o panorama foi se invertendo. O Corinthians passou a ficar mais solto na partida, com mais posse e ocupando o campo do Bahia. Aos 20 minutos, Jô ajeitou de cabeça e deixou Gustavo Silva em boa condição. O atacante chutou cruzado e a bola passou raspando a trave de Douglas.

Com facilidade para penetrar a defesa do Esquadrão, o alvinegro criava boas chances. Aos 27 minutos, Araos escapou pela esquerda e tocou para Jô. O atacante invadiu a área e chutou com perigo, mas Douglas fez a defesa.

Quando o gol do Corinthians parecia maduro, brilhou a estrela tricolor. Aos 30 minutos, Rossi cobrou falta na área, Cássio cortou mal, Ronaldo errou o chute no rebote, mas a bola sobrou para Gilberto completar de cabeça e abrir o placar para o Bahia na Fonte Nova. 

O time baiano tomou um susto aos 38 minutos. Depois do escanteio, Araos recebeu livre e tocou de cabeça na saída de Douglas. O árbitro de vídeo entrou em ação e flagrou impedimento do meia corintiano, anulando o gol.

A noite era mesmo do Bahia. Aos 49 minutos o Corinthians errou no ataque e Thiago puxou o contra-ataque e achou Ramírez na entrada da área. O colombiano deixou Gil e Fábio Santos no chão antes de chutar forte na saída de Cássio e fazer um golaço, o segundo do Esquadrão na partida.

Vantagem administrada
Com o 2×0 no placar, o Bahia voltou para a segunda etapa mais confortável. O terceiro gol quase saiu logo nos primeiros minutos. Depois de arrancar pela direita, Rossi deu passe açucarado para Thiago, mas o camisa 7 chutou em cima de Cássio e perdeu uma boa chance.

A resposta do Corinthians veio em tentativa de finalização de Jô que Ernando salvou quase que em cima da linha.

Assim como na primeira etapa, o jogo passou por um momento de marasmo, com poucas chances criadas pelas duas equipes. Dado aproveitou para fazer mudanças. Machucados, Lucas Fonseca e Matheus Bahia saíram para as entradas de Juninho e Capixaba, respectivamente. Já Ramírez deu lugar para Ramon.

E foi com Juninho Capixaba que o Bahia teve a chance de marcar o terceiro. No contra-ataque, o lateral invadiu a área livre e cruzou rasteiro, mas ninguém apareceu para completar.

Do outro lado, o Corinthians aproveitou a chance que teve. Aos 25 minutos Gabriel Pereira deu bom passe para Gabriel dentro da área. Livre, o volante tocou na saída de Douglas e descontou para o Corinthians.

Apesar do gol sofrido, o Bahia continuou segurando a vantagem e tentando encaixar o contra-ataque para tentar matar o jogo. Aos 33, Gilberto conseguiu receber livre e chutou forte, mas Cássio defendeu. Depois foi a vez de Juninho tentar de cabeça e parar no goleiro alvinegro. 

Já nos minutos finais, o Corinthians se lançou ao ataque, mas o tricolor se segurou bem, administrou o placar e esperou o apito do árbitro para comemorar o triunfo na Fonte Nova.

Ficha técnica

Bahia 2×1 Corinthians
Série A: 30ª rodada
Local: Fonte Nova (Salvador-BA)
Arbitragem: Ricardo Marques, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Celso Luiz sa Silva (trio de MG) 
Gols: Gilberto, aos 38 minutos do 1º tempo, e Ramírez, aos 49; Gabriel, aos 25 minutos do 2º tempo
Cartões amarelos: Gregore, Ramírez (Bahia); Jô (Corinthians)

Bahia: Douglas, Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca (Juninho) e Matheus Bahia (Capixaba); Gregore, Ronaldo e Ramírez (Ramon); Rossi (João Pedro), Gilberto (Alesson) e Thiago. Técnico: Dado Cavalcanti. 

Corinthians: Cássio, Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos (Raul Gustavo); Gabriel, Cantillo (Camacho) e Araos (Jonathan Cafu); Gustavo Silva (Gabriel Pereira) (Gabriel Pereira), Mateus Vital (Éderson) e Jô. Técnico: Vagner Mancini