Geral

Cantora Sophie escorrega ao tentar ver lua cheia, sofre acidente e morre aos 34 anos

A cantora e DJ Sophie morreu neste sábado (30), após escorregar e sofrer um acidente. A artista escocesa tinha 34 anos e também era produtora.

De acordo com a assessoria da artista confirmou, ela morreu após subir em um lugar alto para ver a lua cheia, escorregar e cair. O acidente aconteceu em Atenas, na Grécia, onde ela morava.

“Neste momento, o respeito e a privacidade para a família são a nossa prioridade. Também pediríamos respeito de seus fãs para tratarem a natureza privada desta notícia com sensibilidade”, diz nota enviada pela assessoria da artista, que também escreveu que Sophie “foi pioneira em um novo som, uma das artistas mais influentes da última década”.

“Não apenas pela produção engenhosa e criatividade, mas também pela mensagem e visibilidade que foi alcançada. Um ícone de libertação.”

Nascida em Glasgow, na Escócia, Sophie Xeon fazia música pop e, em 2019, foi indicada ao Grammy de Melhor Álbum de Dance e Eletrônica, pelo disco de estreia “Oil of Every Pearl’s Un-Insides”. Ela se tornou a primeira artista transgênero a ter uma indicação na maior premiação da música.

“Ser trans é algo que está ganhando força e é para colocar seu corpo mais em linha com sua alma e espírito para que os dois não lutem um contra o outro e lutem para sobreviver”, disse ela recentemente, em uma entrevista.

“Somos todos seres que pensam e sentem, em um mundo muito complexo e deveríamos usar todas as tecnologias e informações ao nosso redor para nos adaptar a este mundo.”

Outros trabalhos
Além da carreira solo, Sophie também escrevia e produzia para outros artistas. Ela foi uma das autoras e produtoras de “Vroom Vroom”, faixa-título do EP de Charli XCX. Além disso, ela também participou da criação de “Bitch, I’m Madonna”, single gravado pela rainha do pop ao lado de Nicki Minaj. A música foi um dos singles do álbum “Rebel Heart”, de 2015.