Geral

Carros elétricos da Xiaomi

A Xiaomi, gigante chinesa do ramo de telecomunicações, resolveu seguir no mesmo caminho de empresas como a Apple, investindo em um ramo totalmente diferente e partindo para o desenvolvimento de carros elétricos. O objetivo de todos é abocanhar parte do mercado que a Tesla vem construindo e que pretende comandar. E os chineses entram na disputa pra valer com a previsão de gastar 10 bilhões de dólares em 10 anos.

E por falar na Tesla, a empresa ainda está na promessa da bateria que vai deixar os carros com preços competitivos em relação aos modelos movidos a gasolina e vem passando por problemas de segurança nos seus modelos autônomos. Mesmo com os defensores de que acidentes acontecem com os carros convencionais um ponto muito preocupante em relação aos elétricos é o fato de pegarem fogo muito rapidamente. No último acidente, acontecido na semana passada no Texas, duas pessoas morreram depois que um carro classificado como semi-autônomo, aquele que precisa que o motorista esteja sentado no seu lugar, bateu em alta velocidade.

A causa do acidente ainda está sendo apurada e a empresa já sinaliza que não havia ninguém na posição de comando do veículo o que não poderia acontecer, mas, deixando tudo isso de lado, o fato do carro ter se incendiado é o que chama mais a atenção. Especialmente pelos relatos de bombeiros, que contaram ao site americano NBC News que tiveram que combater o incêndio por 4 horas, já que as baterias sempre reiniciavam as chamas e, ainda segundo relatos dados ao site, eles só conseguiram resolver o problema com o fogo porque ligaram para a Tesla para que indicassem como agir.

Barragem de energia solar

Na Tailândia estão sendo instalados mais de 144 mil painéis solares em parte da superfície de 121 mil metros quadrados do lago de uma barragem. O sistema de geração de energia, após a instalação dos painéis, passa a ser híbrido. Os planos da empresa de eletricidade do país asiático não param por aí. Serão mais oito barragens nos próximos 16 anos, com parte dos reservatórios cobertos por painéis solares gerando juntos 2.725 megawatts. Até 2035, a Tailândia espera ter pelo menos 35% da quantidade de plantas de geração de energia funcionado sem usar combustível fóssil.

Pagando pelo ‘zap’

A operadora Oi disponibiliza agora a Oi Conta Zap, uma parceria com a Fintech Conta Zap onde é possível, via sistema de mensagens eletrônicas, o pagamento de contas (água, gás, luz, telefone e boletos de cobrança), além de também fazer transferências via PIX e recarga de créditos do celular. A conta digital da operadora pode ser aberta gratuitamente por clientes de telefonia móvel de qualquer operadora, bastando informar nome completo, data de nascimento, CPF e e-mail pelo próprio app de mensagem. Para abrir a conta, basta acessar o Whatsapp, gravar o número 31 98831-3131 nos contatos do celular e enviar uma mensagem com a palavra Oi para esse número. A partir daí, o usuário irá receber, por mensagem no app, o passo a passo necessário para realizar o cadastramento. Nesse período de lançamento do serviço, os clientes de telefonia móvel pré e controle que efetuarem recarga por essa modalidade ganharão a cada R$ 1,00 de créditos para ligações 1GB de bônus com validade de 7 dias e, para completar, 10% do dinheiro de volta em créditos no celular da operadora.