Geral

Chuva provoca alagamentos e problemas para soteropolitanos

A chuva que caiu em Salvador durante esta terça-feira (2) causou problemas para o deslocamento dos soteropolitanos e para os cidadãos que moram perto de áreas que foram alvo de ocorrências por conta do alto volume de chuva. Ao todo, foram 38 ocorrências registradas através das Prefeituras Bairro, 11 delas por risco de desabamento de residências, 8 por ameaças de deslizamentos e 5 de ameaças de que de árvores. A quantidade de chamamentos é fruto da chuva durante todo o dia em vários pontos da cidade.

A chuva fez também com que o sistema ferroviário interrompesse seus serviços por causa dos alagamentos na região da Cidade Baixa. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), ao longo do dia, divulgou informações que alertavam sobre o perigo de chuvas intensas e rajadas de ventos. De acordo com o Inmet a previsão é que, nesta quarta-feira (3) seja de muitas nuvens com chuva isolada, com mínima de 24°C e máxima de 31°C. 

Problema para os soteropolitanos

Como de costume, a chuva atrapalhou os compromissos diários dos moradores da cidade que tiveram que lidar com problemas causados pelos atrasos ou pela impossibilidade de passar por locais muito alagados. Esse foi o caso de uma soteropolitana, que não quis se identificar. Ela precisou ir para a região da Avenida Sete e viveu uma missão complicada. “A chuva quase sempre complica as coisas. Andar na avenida sete, no relógio são pedro, no dois de julho e na carlos gomes em dia de chuva em Salvador não é qualquer um não. Em algum momento, atrasamos um pouco por causa disso”, disse.

Nas redes sociais, os soteropolitanos também expressaram o tamanho do prejuízo que é para a rotina quando chove na cidade. No Twitter, um soteropolitano afirmou que o clima mudou todos os seus planos. “Odeio clima de chuva em Salvador porque isso mexe com a rotina toda. Arruinou todos meus planos do dia”, escreveu. 

Teve quem brincasse com a situação e afirmasse que a chuva seria providência de Iemanjá para manter o povo longe de aglomeração. “Eu não lembro de um 2 de Fevereiro com chuva nessa cidade! Iemanjá tá mandando vocês ficarem em casa, hein? Povo de Salvador, vamos ter responsabilidade!”, tuitou.