Esporte Geral

Dado exalta gol e diz que triunfo traz alívio em luta do Bahia

Dado conquistou primeiro triufo no comando do Bahia e time deu passo importante para sair da zona

O triunfo do Bahia sobre o Athletico-PR, por 1×0, na noite desta quarta-feira, na Fonte Nova, trouxe alívio ao tricolor. Foi dessa forma que o técnico Dado Cavalcanti encarou a primeira vitória no comando do Esquadrão. Segundo o treinador, independente de desempenho, pelo momento de luta contra o rebaixamento que o clube vive no Campeonato Brasileiro, o resultado é o mais importante. 

“O Resultado hoje é o mais importante, é o que o todo mundo esperava há bastante tempo, demorou um pouco. Acho que já deveríamos ter vencido há mais tempo. Por algum motivo os detalhes não nos deixaram ter o êxito, mas hoje veio essa conquista, o triunfo, podemos somar três pontos e voltar ao campeonato”, disse Dado.

Fora o primeiro triunfo do treinador, o resultado marcou também o fim de um jejum para o Esquadrão. A equipe estava sem vencer no Brasileirão há oito jogos. Foram sete derrotas seguidas e um empate. Por isso, Dado aproveitou para exaltar também a forma como o gol da vitória foi construído. Segundo ele, o lance foi trabalhado nos dez dias que a equipe teve de preparação.   

“A jogada do gol foi algo que trabalhamos, de atacar a última linha. A jogada acontece no timing perfeito, quando o Gregore pega a bola o Rossi já faz a menção de atacar a linha, Gregore acertou um passe milimétrico, dando a contribuição para que o Rossi penetrasse, esperando a chegada do nosso oposto, o Thiago é muito rápido. É um gol simbólico do que foi trabalhado durante os treinos”, afirmou.

Já sobre a partida em si, Dado Cavalcanti disse que o Bahia não foi tão agressivo no ataque, mas explicou que optou pela estratégia para neutralizar as jogadas do Athletico. O treinador ainda enalteceu a equipe por não ter sofrido gols e disse que a solidez defensiva foi fruto do comprometimento de toda a equipe. 

“Se tratando de resultado é sempre bem-vindo. O nosso desempenho ofensivo não foi tão elogiável, pela estratégia que foi adotada em função do adversário. Enfrentamos uma equipe que na minha ótica é uma das mais equilibradas do Campeonato Brasileiro, defensivamente marcando com duas linhas de quatro bem próximas e ofensivamente no 3-4-3 que a gente costuma fazer. E sabemos o quão impositivo é esse jogo de uma equipe que está muito acostumada e anos-luz à frente do adversário em confirmação de ideias. Hoje foi uma estratégia de fazer uma marcação mais baixa, o adversário teve mais posse, entrou no nosso campo, mas não nos ofendeu, não lembro de Douglas fazer defesa. Esse equilíbrio defensivo nos deu a condição de arriscar menos e ser mais efetivos no ataque”, disse Dado, antes de continuar: .

“Já tinha falado isso que no meu entendimento o Bahia toma muitos gols, porém nunca caracterizei essa forma de julgamento por setor. Assim como nesse jogo hoje não precisamos contar com o Douglas pois toda a equipe teve um comprometimento taticamente. Tivemos um feito não só dos nossos zagueiros, nossos defensores. Acredito que o tripé de meio contribuiu muito, o Athletico não conseguiu jogar por dentro. Acredito que o nosso encaixe de área foi muito bom, principalmente o lateral oposto, o Athletico faz metade dos gols de cruzamento e nos cruzamentos feitos hoje os nossos lateais, principalmente o Nino, estiveram absolutos. Sobraram poucos espaços e possibilidades para o nosso adversário. Hoje enalteço que a nossa equipe teve mérito para vencer e não sofrer gols”, finalizou.

O próximo adversário do Bahia será o Sport. A partida será disputada no domingo (24), às 18h15, na Ilha do Retiro, no Recife. O duelo é será um confronto direto na luta contra o rebaixamento. O time pernambucano soma os mesmos 32 pontos do Bahia, mas entra em campo nesta quinta-feira (21), quando visita o Corinthians, em São Paulo.