Geral

Diretor executivo do United renuncia em meio à crise da Superliga

Ed Woodward renunciou nesta terça-feira (20)

Vice-presidente executivo do Manchester United, Ed Woodward deixará o cargo ao fim de 2021. O anúncio foi feito pelo clube inglês nesta terça-feira (20), através de seu site oficial. O dirigente estava nos Red Devils desde 2005 e ocupava a posição desde 2012.

A renúncia de Woodward acontece em meio à crise sobre a Superliga europeia. O United é um dos clubes fundadores da competição, que vem sendo alvo de duras críticas. Nesta terça, o Manchester City desistiu oficialmente do torneio

“Estou extremamente orgulhoso de ter servido ao United e foi uma honra trabalhar para o maior clube de futebol do mundo nos últimos 16 anos. O clube está bem posicionado para o futuro e será difícil sair no fim do ano”, deisse Woodward.

“Os últimos 16 meses trouxeram tantos desafios únicos e o trabalho do clube na comunidade e em todo o mundo durante a pandemia da Covid-19 foi heroico. O impacto financeiro sobre os clubes de futebol foi severo, mas o United tem sido um dos mais robustos e resistentes diante de pressões financeiras extraordinárias”, completou.

A saída do dirigente já estava planejada, mas o anúncio foi antecipado. Recentemente, ele também deixou o cargo que ocupava no Conselho de Estratégia de Futebol Profissional da Uefa, após relações estremecidas com o presidente Aleksander Ceferin, por causa da Superliga.