Saúde

Enterro de Ygona Moura é restrito a dez pessoas da família em SP

O corpo da influenciadora trans Ygona Moura foi sepultado no final da manhã desta quinta-feira (28) no Cemitério Vila Formosa, em São Paulo. O caixão estava lacrado e somente dez pessoas da família participaram.

Ygona morreu ontem por complicações da covid-19. Ela estava há dez dias internada na UTI de um hospital de São Paulo, depois de contrair o coronavírus. 

A influencer, que tinha apenas 23 anos, ganhou mais fama depois que minimizou os riscos da covid-19. Em janeiro, publicou vídeos em que relatava que estava saindo à noite e aglomerando em eventos. “Aglomerei mesmo e recebi bem para isso”, disse, em um deles. 

“Hoje, estou aqui pela Tiradentes, estou caçando um baile, quero aglomerar de novo, estava morrendo de saudade de aglomerar”, continua. Pouco depois, descobriu que estava doente e foi internada.

Quem era Ygona?
A influencer ficou famosa por memes e polêmicas. Uma das primeiras em que se envolveu foi quando ela saiu da casa de acolhimento para pessoas trans, onde morava. Segundo ela, a saída aconteceu pois alguém pegou o endereço dela e começou a fazer uma “trollagem” para enviar diversos pedidos de McDonald’s. “Um absurdo, já vieram mais de 10”, disse ela à época nos stories.

Mas alguns outros problemas aconteceram na nesta casa. A própria Ygona revelou que toda noite ocorriam diversas brigas por conta de seu ronco, que era muito alto. “Esse problema na minha voz não é catarro. Inferno”, disse ela gritando, visivelmente irritada com as críticas das outras mulheres trans ao barulho incômodo.

Festas
Após ela sair da casa e rodar por alguns lugares, foi acolhida pelo ator pornô Edu Albuquerque, que a deixou em um hotel de luxo no Rio de Janeiro. Já hospedada, a influencer deixou o quarto, contra a vontade de Edu, e foi para uma festa com 200 pessoas. 

Enquanto ela estava lá, Edu sofreu um ataque homofóbico e mandou uma foto sangrando para a amiga. Em áudios que vazaram na internet, Ygona respondeu apenas dizendo que ele deveria estar lá com ela. Então os dois começaram a brigar.

“Mano, que ódio… Eu tô me tremendo de raiva. E se essa conversa fosse pessoalmente eu não sei nem o que seria capaz de fazer”, disse Ygona.

“As pessoas me conhecem pelo meu p*u? Porque sou ator pornô? É isso? E as pessoas te conhecem pelo quê? Porque você é meme, chacota, e gosta de se fazer de chacota? Nossa… muita diferença, hein?”, retrucou Edu.

Foi neste dia que Ygona gravou um vídeo em seu Instagram dizendo “noite de aglomeração concluída com sucesso. Aglomerei mesmo. E recebi bem pra isso.”