Geral

Evan Rachel Wood diz que foi abusada durante anos por Marilyn Manson

A atriz Evan Rachel Wood afirmou que o ex-noivo, o rockeiro Marilyn Manson, “abusou horrivelmente” dela por anos. A atriz fez o desabafo em um post no Instagram na madrugada desta segunda-feira (1º).

Ela já havia falado em outras ocasiões sobre ter vivido um relacionamento abusivo, mas sem nomear o Manson até o momento.

O relacionamento dos dois se tornou público em janeiro de 2007, quando a atriz tinha 19 anos. Eles ficaram noivos em janeiro de 2010, mas terminaram a relação sete meses depois. 

“O nome do meu agressor é Brian Warner, também conhecido mundialmente como Marilyn Manson. Ele começou a me preparar quando eu era adolescente e abusou terrivelmente de mim durante anos”, diz o início do texto.

Ela continua dizendo que sofreu uma “lavagem cerebral” e vivia com medo de chantagem e retaliação.  “Eu sofri uma lavagem cerebral e fui manipulada para me tornar submissa. Cansei de viver com medo de retaliação, calúnia ou chantagem. Estou aqui para expor este homem perigoso e chamar a atenção para as muitas indústrias que o capacitaram, antes que ele destrua mais vidas. Estou junto das muitas vítimas que não ficarão mais em silêncio”, escreveu.

Um representante de Manson chegou a negar, um tempo atrás, que seria o cantor o agressor de Evan. Ele encerrou uma entrevista com a revista Metal Hammer quando foi questionado sobre o tema e muita gente achava que de fato ele era o agressor em questão. 

Um comunicado do assessor foi divulgado no ano passado dizendo que a atriz teve outros relacionamentos na época. “É meu entendimento que Evan Rachel Wood namorou várias pessoas na época em que ela estava namorando Manson. A pesquisa básica da internet lhe dará uma série de outros nomes que não apareceram em nenhuma de nossas discussões. Seus próximos pontos tratam dos comentários que Manson fez na revista Spin em 2009. Sua confusão em torno da linha do tempo disso é extremamente preocupante. Os comentários na Spin onde Manson tinha uma fantasia de usar uma marreta em Evan e ele se cortar 158 vezes foi obviamente uma entrevista de uma estrela do rock teatral promovendo um novo álbum, e não um relato factual. O fato de Evan e Manson ficarem noivos seis meses após esta entrevista indica que ninguém interpretou essa história literalmente”