Esporte

Gilberto revela impactos da covid e fala em luta para sair do Z4

Gilberto garante que vai lutar até o fim para evitar queda do Bahia para a segunda divisão

Nas últimas rodadas o Bahia teve problemas para montar os times por conta de casos da covid-19 no elenco. Praticamente zerado de infectados dentro do elenco – o atacante Clayson, que estava isolado, voltou a treinar com o elenco nesta quarta-feira (27) -, o tricolor observa o problema se repetir no adversário desta quinta-feira (28), às 19h, na Fonte Nova.

Rival do Bahia, o Corinthians apresentou surto no plantel. Pelo menos 10 jogadores estão infectados e vão desfalcar o alvinegro. Apesar disso, o atacante Gilberto afirma que o Bahia não pode ligar para os problemas do time paulista e tem que entrar em campo concentrado se quiser conquistar a vitória.

“Acho que a gente tem que focar na nossa produção, melhorar alguns aspectos, melhorar bastante, conseguir fazer um bom jogo. O resultado será consequência do bom jogo que fizermos”, afirmou o camisa 9.

Pelo lado do Bahia, Gilberto foi um dos atletas que testaram positivo para a covid-19. Ele contou que sentiu o impacto da doença ao voltar a atuar, no último domingo (24), na derrota para o Sport.

“Ainda um pouco, como posso falar, um pouco cansado, sem estar na melhor forma. Mas passou o jogo, treinei forte, espero poder ajudar no próximo jogo, que é importante para a gente”, disse ele.

Já sobre a fase delicada que o Bahia vive na temporada, Gilberto afirmou que tem incomodado os jogadores e que o elenco está empenhado para lutar até o último minuto e evitar o rebaixamento à Série B.

“Incomoda demais. A gente que vive o futebol, que vive o Bahia, que gosta do clube, não quer ver essa situação. Então, é brigar. Brigar desse jogo até o último para conseguir sair”, afirmou.

Com 32 pontos, o Bahia é o 17º colocado do Brasileirão. Com um jogo a menos que Sport e Fortaleza, o tricolor precisa vencer o Corinthians para sair da zona de rebaixamento.