Geral

Guaranésia fecha comércio e permite apenas serviços essenciais por dez dias


Novo decreto entrou em vigor neste sábado (9). Prefeitura diz que medida foi tomada por aglomerações e ocupação de 100% dos leitos de UTI para Covid-19 em Guaxupé. A Prefeitura de Guaranésia decidiu fechar o comércio e permitir apenas o funcionamento de serviços essenciais pelo período de dez dias. Um novo decreto foi publicado pela administração municipal e está em vigor deste sábado (9). De acordo com a administração municipal, medida foi tomada para conter avanço da Covid-19.
No documento, a prefeitura ressalta as aglomerações que têm ocorrido em bares e restaurantes da cidade. Além disso, a administração municipal destaca a ocupação de 100% de leitos de UTI para Covid-19 na cidade vizinha de Guaxupé.
A prefeitura ainda ressaltou no documento a adesão ao Minas Consciente. O plano, conforme decisão tomada pelo Governo de Minas Gerais na quarta-feira (6), coloca o Sul de MG na onda vermelha. A fase é a mais restritiva do programa e permite apenas a abertura de serviços essenciais.
Prefeitura de Guaranésia (MG) fecha comércio e permite apenas serviços não essenciais por dez dias
Reprodução
Com a decisão de abrir apenas os essenciais, pelo menos três cidades do Sul de MG decidiram por seguir a onda vermelha do Minas Consciente: Guaxupé, Boa Esperança e, agora, Guaranésia.
Guaxupé foi a primeira a anunciar a medida, ainda na sexta-feira (8). Boa Esperança decidiu pelo fechamento dos serviços não-essenciais logo em seguida.
Veja os setores que tem funcionamento permitido na onda vermelha:
Supermercados, padarias, lanchonetes, lojas de conveniência;
Bares e restaurantes (somente para delivery ou retirada no balcão);
Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros;
Serviços de ambulantes de alimentação;
Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos, lavanderias, pet shop;
Bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito;
Vigilância e segurança privada;
Serviços de reparo e manutenção;
Lojas de informática e aparelhos de comunicação;
Hotéis, motéis, campings, alojamentos e pensões;
Construção civil e obras de infraestrutura;
Comércio de veículos, peças e acessórios automotores.
Covid-19 em Guaranésia
De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura, Guaranésia contabiliza 429 contaminações pela Covid-19, sendo nove mortes em decorrência da doença.
VÍDEOS: Veja os vídeos mais assistidos do G1 Sul de Minas
Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas