Geral

Homens morrem ao cair em lago congelado na Suécia


Quatro homens, com idades entre 65 e 75 anos, foram encontrados em um buraco no gelo no lago Sävsjö, ao sul da cidade de Jönköping; cirscustâncias do acidente são desconhecidas. Após várias semanas de frio intenso, muitas regiões experimentam um aumento repentino nas temperaturas, recorde chegou a 16,8º C em Kalmar. Pessoas passeiam entre árvores cobertas de neve em Estocolmo, na Suécia, em foto de 4 de fevereiro. País tem registrado temperaturas muito mais amenas que o habitual no inverno deste ano
Jonathan Nackstrand/AFP
Quatro pessoas morreram na noite desta quinta-feira (25) ao cair em um lago congelado na Suécia, onde o clima está muito mais ameno do que o habitual para esta época do ano, informou a polícia.
As vítimas, quatro homens com idades entre 65 e 75 anos, foram encontrados em um buraco no gelo no lago Sävsjö, ao sul da cidade de Jönköping, disse uma porta-voz da polícia local à AFP.
No momento, as circunstâncias do acidente são desconhecidas, explicou.
Esses tipos de acidentes são frequentes na Suécia, mas é raro que o número de mortos seja tão alto. Geralmente, ocorrem devido ao descuido das pessoas ao caminhar sobre gelo instável.
Após várias semanas de frio intenso em grande parte da Suécia, que atraiu muitos aventureiros aos lagos congelados, muitas regiões experimentam um aumento repentino nas temperaturas, o que enfraquece a densidade do gelo.
O recorde nacional de temperatura para o mês de fevereiro foi estabelecido nesta quinta-feira, com 16,8º C em Kalmar, na costa sudeste do país, segundo o instituto meteorológico SMHI.
Vídeos: Os mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias