Política

Itamaraty comunica que atrasará aluguéis e contas básicas de embaixadas brasileiras

O Itamaraty já entrou em contato com diversos diplomatas espalhados ao redor do mundo para informar que faltará dinheiro até para pagar os aluguéis das embaixadas e consulados brasileiros nos próximos três meses. Além disso, verbas de custeio de despesas básicas, como conta de luz, telefone e internet também irão atrasar.

Parte dos funcionários do Itamaraty também terão seus auxílios moradia adiados. As contas só devem retornar ao normal quando o orçamento de 2021 do governo federal for aprovado pelo Congresso. Até lá, a ordem é de controle de gastos. As informações são da jornalista Bela Megale, do jornal “O Globo”.

Toda essa situação acabou gerando mais desgaste para o ministro Ernesto Araújo. Críticos da sua gestão afirmam que sua gestão é incapaz de manter o Itamaraty funcionando de maneira previsível, até mesmo tratando-se de administração financeira.