Geral

Maior fabricante de cimento do mundo vai deixar o Brasil, diz agência

Maior fabricante de cimento do mundo, a LafargeHolcim vai deixar o mercado brasileiro, segundo a agência Bloomberg. A empresa franco-suíça já contratou o Itaú BBA para assessorar a venda da operação no país, diz a agênica.

A expectativa é que a transação chegue a cerca de US$ 1,5 bilhão (R$ 8,5 bilhões). A LafargeHolcim tem 1,4 mil funcionários no Brasil.

A empresa tem indústrias nas regiões Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste do país. No site, eles citam presença na Bahia, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte na região Nordeste. 

A venda de ativos faz parte de uma tentativa da empresa para diminuir sua dívida. A LafargeHolcim tem buscado diminuir suas atividades fora da Europa, vendendo unidades na Indonésia, Malásia e Filipinas.

Apesar da pandemia, o mercado de construção tem conseguido manter resultados positivos no Brasil. O setor cresceu 19% no primeiro trimestre de 2021, aponta o Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (Snic). 

A saída aconteceria em meio a outros fechamentos de grandes empresas. A Sony anunciou o fim da sua unidade em Manaus, a Ford resolveu encerrar as atividades de fabricação no Brasil e a LG encerrou a divisão de smartphones globalmente, colocando a planta em Taubaté (SP) para vender.