Justiça

Mulher transa com assaltante em loja para atrasá-lo até chegada da polícia

Posto onde ocorreu assalto

Uma mulher realizou um ato heróico no mínimo incomum na cidade de Bratislava, na Eslováquia. Ao ver que uma loja de conveniência estava sendo assaltada, ela decidiu transar com um ladrão para distraí-lo e atrasá-lo até que a polícia chegasse, contou reportagem do The Sun.

Tudo aconteceu após o ladrão, de 24 anos, forçar um funcionário da loja a entregar todo o dinheiro durante o assalto, na madrugada desta quarta-feira (27).

O funcionário ainda levou um soco no rosto, obrigando-o a fugir para o escritório.

Foi neste momento que a heroína entrou na loja pela porta dos fundos. Ela seduziu o assaltante, realizando um sexo oral ele para impedí-lo de fugir. Neste meio tempo um funcionário chamou a polícia.

Ao chegarem na loja, os policiais se depararam com a mulher e o ladrão deitados nus no chão da loja. A mulher se chama Sona, de 35 anos, e é da República Tcheca.

O porta-voz da polícia de Bratislava, Michal Szeiff, disse à TASR: “Os policiais viram o homem recebendo serviços sexuais da mulher.”

De acordo com a mídia local, Sona disse a um policial: “Leve-o, não consigo mais.”

Szeiff disse que o ladrão resistiu à prisão, obrigando os policiais a usar a força para detê-lo.