Geral

Mulheres ‘têm dificuldades’ em ser concisas, diz responsável dos Jogos de Tóquio


‘As mulheres têm o espírito de competição. Se uma levanta a mão (para falar), as outras acham que também devem se expressar’, disse Yoshiro Mori. Kazuhiro Nogi durante discurso em 2 de fevereiro de 2021
Kazuhiro Nog/Reuters
O presidente do comitê de organização dos Jogos de Tóquio-2020, Yoshiro Mori, afirmou que as reuniões com mulheres são muito longas porque elas “têm dificuldades” para terminar seus discursos, segundo reportagem do jornal japonês “Asahi” desta quarta-feira (3).
Comitê diz que Olimpíada vai ocorrer ‘independentemente da pandemia’
Primeiro-ministro do Japão diz estar determinado a realizar Olimpíada
Mori foi primeiro-ministro do Japão entre (2000-2001).
“Os conselhos de administração com muitas mulheres levam muito tempo”, disse Mori, de 83 anos, em uma reunião com responsáveis do Comitê Olímpico do Japão, aberto à imprensa.
“Se você aumenta o número de membros executivos femininos, e se seu tempo de palavra não estiver limitado em certa medida, terão dificuldade para terminar, o que é irritante”, disse.
“As mulheres têm o espírito de competição. Se uma levanta a mão (para falar), as outras acham que também devem se expressar. É por isso que todas acabam falando”, acrescentou.
Japão vive incerteza sobre as Olimpíadas de Tóquio
“Temos oito mulheres no comitê de organização (dos Jogos de Tóquio), mas elas sabem ficar em seu lugar”, disse ele.
Segundo o “Asahi Shimbun”, suas palavras sobre as mulheres fizeram alguns assistentes rir.
Questionado pela AFP, o serviço de imprensa de Tóquio-2020 não estava imediatamente disponível para uma reação às palavras de Mori.
O Japão ocupa o 121ª lugar de 153 países do último relatório sobre as desigualdades homens-mulheres do Fórum Econômico Mundial, e o 131ª lugar sobre a proporção de mulheres em cargos de responsabilidade nas empresas, na política e na administração.
Na terça-feira, Mori declarou que os Jogos de Tóquio serão realizados este ano “aconteça o que acontecer”, referindo-se à evolução da situação sanitária no mundo, aplicando várias medidas para evitar os contágios.
Vídeos: mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias