Geral

Onda de frio atinge os EUA; Texas registra falta de energia elétrica após tempestade de gelo


Serviço meteorológico dos EUA avisa que temperaturas podem bater mínimas históricas em estados do sul, onde mesmo o inverno costuma ser mais ameno. Mulher caminha pelas ruas de San Antonio, Texas (EUA), durante tempestade de neve no domingo (14)
Eric Gay/AP Photo
A onda de frio nos Estados Unidos continua a causar transtornos nesta segunda-feira (15), especialmente no sul do país. No Texas, onde geralmente o inverno tem temperatura mais amenas do que em outras regiões, nevascas causaram a queda de energia elétrica nas cidades.
De acordo com o site poweroutage.us, especializado em abastecimento de eletricidade nos EUA, cerca de 2,6 milhões de pessoas ficaram sem energia no Texas. As autoridades texanas alertaram para que as pessoas redobrassem o cuidado nas estradas, uma vez que semáforos ficaram desligados ao longo do dia.
Pessoas brincam na neve durante nevasca em San Antonio, Texas (EUA), no domingo (14)
Eric Gay/AP Photo
Por causa do frio incomum, o presidente Joe Biden declarou emergência no Texas na noite de domingo. A declaração permite que o estado receba ajuda federal para dar conta do combate aos transtornos causados pelas tempestades.
Na semana passada, a onda de frio espalhou gelo e neve pelas rodovias do estado. Um grande engavetamento com mais de 130 veículos deixou seis mortos e dezenas de feridos, que precisaram de atendimento nos hospitais já cheios por causa da pandemia do coronavírus.
Outros estados
Desempregado após restaurante demitir em massa por causa da pandemia, homem pede dinheiro em uma rodovia de Oklahoma City (EUA) durante nevasca no domingo (14)
Sue Ogrocki/AP Photo
Além do Texas, outros estados declararam emergências relacionadas ao inverno rigoroso: Alabama, Oregon, Oklahoma, Kansas, Kentucky e Mississipi. Há registros de transtornos por causa da onda do frio em Louisiana, Virgínia Ocidental e Ohio, além dos estados no norte que tradicionalmente têm nevascas e temperaturas muito abaixo de zero nesta época do ano.
O Serviço Meteorológico Nacional (NWS) afirma que mais de 150 milhões de americanos estão sob diferentes tipos de alerta para geadas, temperaturas baixas e tempestades nos EUA. Segundo o órgão, trata-se de uma onda polar que pode derrubar recordes mínimos históricos para fevereiro.
“Este tempo se deve à combinação de um forte aumento da pressão ártica que fornece temperaturas abaixo de zero e uma faixa de tempestade ativa que carrega ondas de precipitações”, afirma o NWS.
Por enquanto, apenas partes do sudoeste e do sudeste dos EUA — onde estão Califórnia e Flórida, respectivamente — vêm registrando temperaturas elevadas e não foram muito atingidas pela onda de frio.
VÍDEOS: mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias