Geral

Pessoas com síndrome de Down começam a ser vacinadas nesta quinta(22) em Salvador

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, anunciou, na noite desta quarta (21), que a vacinação contra o coronavírus para pessoas com síndrome de Down começa nesta quinta-feira (22). Psicólogos autônomos também começam a ser vacinados nesta quinta.

Além disso, a vacinação segue para agentes de segurança e salvamento (acima de 49 anos), doulas, idosos com 60 anos ou mais, pacientes com hemodiálise, trabalhadores da educação, trabalhadores da saúde e profissionais autônomos (médicos, fisioterapeutas, dentistas, enfermeiros, farmacêuticos, auxiliar e técnico de enfermagem, auxiliar e técnico de saúde bucal e nutricionistas).

A organização do cadastramento de pessoas com Síndrome de Down (SD), na faixa etária entre 18 e 59 anos, já foi definida por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), junto à Comissão de Intergestores Bipartite (CIB), que reúne representantes das secretarias municipais e estadual de saúde.

Assim como foi feito com os pacientes com comorbidades, a SMS disponibiliza o portal www.comorbidades.saude.salvador.ba.gov.br, onde deverá ser feito o cadastro clínico do paciente. O preenchimento dos dados será feito pelo médico que acompanha a pessoa com síndorme de Down, mas aqueles que não tiverem especialista particular poderão contar com o apoio das instituições que atuam na causa para o preenchimento do formulário na página eletrônica da SMS.

O profissional de saúde responsável deverá entrar no link com os mesmos login e senha usados no Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) e fazer o cadastro. Estima-se que cerca de 3,8 mil pessoas com SD residam em Salvador.

Estratégias para atualização cadastral dos pacientes definidas por instituição:

1. Apae Salvador – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais

Para realizar o cadastro basta acessar o site apaesalvador.org.br, clicar no banner da campanha e preencher o formulário disponibilizado na página eletrônica. No caso da impossibilidade de o médico atestar que o paciente possui a Síndrome de Down pelos documentos enviados virtualmente, os familiares serão contactados para o agendamento de uma avaliação presencial. Mais informações podem ser obtidas pelo WhatsApp (71) 99933-4126.

2. Serdown – Associação Bahiana de Síndrome de Down 

A instituição disponibilizou o e-mail serdownvacina@gmail.com, para onde devem ser encaminhados dos dados do paciente como: nome completo, data de nascimento, imagem nítida de documento oficial com foto, CPF, nome completo da mãe, endereço completo do paciente, foto do cartão SUS, uma foto de rosto e uma foto de corpo inteiro, além do anexo do exame cariótipo e um telefone de contato WhatsApp.

Em caso de não ser possível ao médico identificar que o paciente possui a Síndrome de Down pelos documentos enviados, a Serdown manterá contato por WhatsApp para os devidos encaminhamentos. Dúvidas e informações podem ser obtidas pelo telefone: (71) 3347-2424.

3. IBR/FJS – Instituto Bahiano de Reabilitação/Fundação José Silveira

O Instituto disponibilizará na próxima quinta-feira (22), das 8h às 17h, uma médica especialista para fazer avaliação de casos. O agendamento da consulta deverá ser feito previamente pelo telefone (71) 3504-5900.

4. ION – Instituto de Organização Neurológica

O Instituto fará atendimentos presenciais nos turnos matutino e vespertino da próxima quarta-feira (28). O agendamento também deverá ser feito previamente através dos telefones (71) 3336-2699 ou (71) 3336-2792. No ato da consulta deverão ser apresentados os seguintes documentos: identificação oficial com foto (RG), CPF, cartão SUS, comprovante de residência do paciente e relatório médico (caso tenha).

5. NACPC – Núcleo de Atendimento à Criança com Paralisia Cerebral 

A instituição disponibilizou o e-mail fluxonacpc.vacinação@gmail.com para o recebimento da documentação dos pacientes como: nome completo, data de nascimento, CPF, nome completo da mãe, telefone de contato e anexos do documento oficial com foto (RG), comprovante de endereço do paciente, cartão SUS, exame cariótipo ou fotos do rosto e corpo inteiro do paciente.

Em caso de não ser possível ao médico identificar que o paciente apresenta a Síndrome de Down pelos documentos enviados, será agendando avaliação presencial pelo número de contato fornecido. Dúvidas e informações podem ser obtidas pelos telefones: (71) 3235-3729 ou (71) 3611- 2902.