Geral

Piracicaba registra maior número de casos de Covid-19 em 24 horas desde o início da pandemia


Foram 229 novos diagnosticados no boletim desta quarta-feira (6); recorde anterior foi registrado em julho. Teste para novo coronavírus
Breno Esaki/Agência Saúde
Piracicaba (SP) bateu recorde de confirmações de Covid-19 em 24 horas nesta quarta-feira (6), com o registro de 229 novos casos. É o maior número em um único dia desde o início da pandemia.
De acordo com o boletim epidemiológico da prefeitura, também foram registradas duas mortes pela doença, sendo as vítimas um homem de 88 anos e uma mulher de 92. Agora o total de casos é 23.346 e de óbitos 421.
A cidade tem, ainda, 1.615 pacientes aguardando resultados de exames. Entre os confirmados, 21.199 estão recuperados da doença.
O recorde de casos em um único dia era, até então, 217 casos, registrados em 18 de julho. Esse foi o mês com maior número de casos e óbitos desde o início.
Desde novembro o número de confirmações diárias da Covid-19 no município vem aumentando. A média de casos confirmados na primeira semana de novembro foi de 37,4 casos. Já na última semana o número deu um salto para 72,8.
Já desde a última quinta-feira (31) até esta quarta, a média de confirmações diárias da doença foi de 173,8. Veja no gráfico o aumento de casos desde o início de dezembro.
O G1 questionou a prefeitura sobre alguma explicação para o aumento de casos ou se pretende se posicionar sobre o assunto. Até a publicação desta reportagem não houve retorno.
Recorde de atendimentos
Também nesta semana, na segunda-feira (4), o Centro de Triagem do Coronavírus em Piracicaba registrou recorde de atendimentos em um único dia. Foram 632 pacientes.
A nova administração municipal também anunciou a transferência da etapa de triagem, que até então era realizada em uma tenda que ficava ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Piracicarimim e agora passa a ocorrer dentro da unidade de saúde.
Desmontagem da tenda de triagem da Covid-19 em Piracicaba
Felipe Boldrini/EPTV
‘Aumento expressivo’
O novo secretário municipal de Saúde de Piracicaba, Filemon Silvano, demonstrou preocupação sobre a situação da pandemia na cidade durante reunião com o Grupo de Trabalho Covid-19 e o prefeito Luciano Almeida (DEM), também na segunda-feira.
“Concordamos que nos próximos dias enfrentaremos um aumento expressivo de casos positivos”, afirmou. O grupo é formado por representantes de 18 entidades de saúde pública e privada, também por representantes da administração municipal.
Reunião do grupo de trabalho contra o coronavírus, em Piracicaba
Divulgação/ Prefeitura de Piracicaba
Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba