Geral

Preços do petróleo fecham sem direção comum apesar de queda em estoques dos EUA

Estoques norte-americanos recuaram em quase 10 milhões de barris na semana passada. Os preços do petróleo fecharam esta quarta-feira (27) praticamente estáveis, apesar de uma grande redução nos estoques da commodity nos Estados Unidos, à medida que preocupações relacionadas à pandemia de coronavírus afetam o interesse por compras.
Os estoques norte-americanos de petróleo recuaram em quase 10 milhões de barris na semana passada, atingindo os menores níveis desde março, o que surpreendeu o mercado, que esperava um modesto aumento nas reservas.
“O mercado foi guiado por uma queda significativa (nos estoques), conforme a indústria de refino segue transformando o excedente de petróleo em produtos refinados”, disse Andrew Lipow, presidente da Lipow Oil Associates em Houston.
Os contratos futuros do petróleo dos EUA (WTI) fecharam em alta de 0,24 dólar, a 52,85 dólares por barril, enquanto os futuros do petróleo Brent recuaram 0,10 dólar, a 55,81 dólares o barril.
A crescente contagem de casos de coronavírus no mundo, que superou a marca de 100 milhões diante de disparadas nas infecções na Europa e nas Américas, enquanto a Ásia luta para conter novos surtos, pressionou as cotações.
Mundo já tem mais de 100 milhões de casos de Covid-19
“As preocupações com a demanda vão continuar conosco por algum tempo”, disse Eugen Weinberg, do Commerzbank.
Vídeos: Últimas notícias de economia