Geral

Prefeitura de Salvador abre edital para compra de oxigênio medicinal

A prefeitura de Salvador divulgou na quinta-feira (21) um edital para comprar oxigênio medicinal. O documento foi publicado no Diário Oficial do Município. O oxigênio será usado para fornecimento às unidades de saúde, Samu e eventos do município, lista o edital.

No último dia 15, o prefeito Bruno Reis afirmou que Salvador não corre risco de sofrer uma falta de oxigênio similar a que aconteceu em Manaus, onde o sistema de saúde entrou em colapso e pacientes morreram asfixiados. “Estamos bem. Temos estoque suficiente. Hoje (15) estamos com 68% de ocupação de UTI, e temos mantido a média oscilando entre 62% e 72%. Dentro dessa média, estamos bem, a situação está sob controle. Qual o problema? Quando passar de 80%. Nesse momento, fatalmente teremos que tomar decisões para evitar uma propagação maior da pandemia”, explicou o prefeito na ocasião.

Bruno afirmou que a situação de Manaus se agravou por conta de um relaxamento da população e de governantes. “A realidade de Salvador é diferente e ficamos muitos felizes em dizer isso. Muito do que está acontecendo em Manaus foi por falta de planejamento adequado, por uma deficiência que existe de leitos, e por um relaxamento por parte das pessoas. Eles não continuaram com os cuidados necessários que estamos tendo em Salvador, flexibilizaram demais e, infelizmente, a gente lamenta o que está ocorrendo. E se Salvador puder ajudar de alguma forma, a gente se coloca a disposição”, disse.