Geral

Produção industrial cresce 1,2% em novembro, 7ª alta consecutiva

Apesar de manter trajetória de recuperação, setor ainda acumula tombo de 5,5% na parcial de 2020 e queda de 5,2% em 12 meses. A produção industrial brasileira cresceu 1,2% em novembro, na comparação com outubro, segundo divulgou nesta sexta-feira (8) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
“Em relação a novembro de 2019, a indústria avançou 2,8%. De janeiro a novembro de 2020, o setor acumula perda de 5,5%. No acumulado em 12 meses, a queda foi de 5,2%”, informou o IBGE.
Mesmo mantendo a trajetória de recuperação, a produção industrial ainda se encontra 13,9% abaixo do nível recorde, alcançado em maio de 2011.
Perspectivas
Após o tombo recorde no 1º semestre de 2020, em meio à pandemia de coronavírus, a indústria tem sido um dos destaques da retomada da economia, apesar da recuperação desigual entre os setores.
Pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV) mostrou que a confiança da indústria atingiu em dezembro o maior patamar desde maio de 2010.
A Confederação Nacional da Indústria (CNI) estima que o PIB (Produto Interno Bruto) da indústria terminará 2020 com uma retração de 3,5%. Já para 2021, a projeção é de alta de um crescimento de 4,4%, acima do esperado para a economia brasileira (4%).
Os economistas do mercado financeiro reduziram a estimativa de tombo do Produto Interno Bruto (PIB) de 4,40% para 4,36%, segundo a última pesquisa Focus do Banco Central. Para 2021, projetam uma alta de 3,40%.
Fim do programa de manutenção do emprego deixa indústria apreensiva em São José
Vídeos: veja as últimas notícias de economia do G1