Saúde

Reino Unido atinge 100 mil mortes por Covid-19; primeiro-ministro diz que assume ‘responsabilidade total’


País é o primeiro a atingir a marca na Europa. Variantes do coronavírus preocupam autoridades britânicas. Profissionais de saúde levam paciente a hospital em Londres, no Reino Unido, nesta terça-feira (26)
Hannah McKay/Reuters
O Reino Unido bateu nesta terça-feira (26) a marca de 100 mil mortes por Covid-19, segundo dados do governo britânico e da Universidade Johns Hopkins. É o primeiro país europeu a chegar a esse número de vítimas do coronavírus.
Em entrevista, o primeiro-ministro Boris Johnson lamentou as vidas perdidas e disse que assume a responsabilidade por todas as ações do governo britânico na pandemia.
“Eu acho que hoje devo realmente apenas repetir que eu sinto demais por toda vida perdida, e, claro, como primeiro-ministro, assumo responsabilidade total por tudo o que governo tem feito”, disse.
Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, participa de coletiva de imprensa sobre a pandemia em Londres nesta terça-feira (26(
Justin Tallis/Pool via Reuters
Johnson, porém, recusou-se a dizer objetivamente o que mudaria na condução da pandemia. “Fizemos tudo o que podíamos para minimizar o sofrimento e as perdas de vida neste país como resultado da pandemia, e eu sinto muito por cada vida perdida”, disse.
Variantes preocupam; vacinas são esperança
Ao todo, o Reino Unido tem 3,7 milhões de casos do coronavírus. O país vive uma nova e acentuada onda desde o fim de 2020, atribuída a variantes mais contagiosas do patógeno. Por isso, a maior parte do território britânico está sob intensa restrição e medidas de confinamento.
No domingo, as autoridades britânicas registraram nove casos de Covid-19 ligados à variante brasileira do coronavírus Sars-Cov-2.
As esperanças estão nas vacinas, que seguem sendo aplicadas aos grupos prioritários no Reino Unido. A expectativa é de que, nos próximos meses, a imunização comece a surtir efeito na redução de casos e de mortos por Covid-19.
VÍDEOS: novidades sobre vacinas contra a Covid-19
Initial plugin text