Esporte

Rodrigo Chagas fala sobre futuro no cargo: ‘Meu objetivo hoje é ser o treinador’

Meia Eduardo comemora com técnico Rodrigo Chagas o triunfo do Vitória contra o Botafogo-SP

Rodrigo Chagas fez questão de demonstrar a felicidade que estava sentindo após o triunfo por 1×0 contra o Botafogo-SP comemorado na noite desta terça-feira (26), no Barradão. O resultado acabou com o risco de rebaixamento e garantiu a permanência do Leão na Série B do Campeonato Brasileiro. Coube a ele, ex-jogador, ídolo do clube e 5º treinador da temporada, a missão de evitar a queda à terceira divisão.

“O sentimento é de alegria. Foi uma missão muito difícil. Acho que a gente sabia da capacidade em poder estar à frente agora neste momento e também acreditando no poder do grupo. Eu teria uma decepção muito grande comigo se eu não tivesse conseguido esse objetivo de manter o Vitória na Série B. A resposta dos atletas foi maravilhosa. É um momento de muita felicidade, alegria, de poder dar essa alegria à nossa torcida. A missão foi dada e a missão foi cumprida”, disse o comandante rubro-negro.

Antes técnico da equipe sub-20, Rodrigo Chagas atuou como técnico interino após a saída de Eduardo Barroca e a chegada de Mazola Júnior. Com a demissão deste último, foi efetivado no cargo. Agora, ele não esconde o desejo de ser mantido no cargo em 2021. 

“Meu objetivo sempre foi ser treinador profissional, pra deixar bem claro. A gente passou pela base com o objetivo de crescer, aprender, buscar conhecimento e sempre esperando a oportunidade. A oportunidade apareceu. Não posso dizer ‘dessa água nunca beberei’ em relação a ser um auxiliar técnico. É uma satisfação muito grande poder trabalhar no clube como auxiliar, mas o meu objetivo hoje é ser o treinador aqui no clube. Se não for aqui no clube é ser em outro lugar. O objetivo que era permanecer na Série B nós conseguimos. Fui efetivado, mas em nenhum momento eu fui chamado para conversar a respeito do futuro do nosso clube, mas acredito que amanhã de manhã essa questão vai ser desenvolvida da melhor maneira e é o que esperamos”, projetou o treinador.

O último compromisso do Vitória na competição será apenas para cumprir tabela, diante do Brasil de Pelotas, na sexta-feira (29), às 21h30, no estádio Bento Freitas. Rodrigo Chagas avisou que pretende escalar os atletas da base na partida contra a equipe gaúcha.

“Sim, não tenha dúvida. Esse sempre foi o meu pensamento, desde quando assumi, de colocar aos poucos a garotada. Nós temos uma identidade com a base e a gente sentia que teríamos a necessidade de colocar os garotos, mas a gente sabia que o momento não era muito oportuno, porque estávamos vivendo essa situação de certa insatisfação e fica dificil apostar num garoto. A gente sabia que tinha atletas experientes. Eduardo tem um potencial muito grande e vamos ter oportunidade com Gabriel Santiago, Samuel, Ruan Nascimento, Pedrinho, Yuri; Pode ter certeza que nesse jogo vamos aproveitar essa garotada toda”, disse Rodrigo Chagas.