Municípios

Salvador registra o janeiro mais chuvoso dos últimos 17 anos

O mês de janeiro de 2021 foi o mais chuvoso dos últimos 17 anos em Salvador. Até está quinta-feira (28), já choveu 189,2 mm na cidade. O último janeiro que superou este índice foi o de 2004, que registrou, na ocasião, 319,4 mm. As informações são da pela Defesa Civil de Salvador (Codesal).
 
O titular da Codesal, Sosthenes Macedo, disse que apesar do alto índice, não houve um impacto negativo intenso no fluxo da cidade. Para ele, isso é fruto do trabalho que vem sendo desenvolvido nos últimos anos de prevenção aos danos ocasionados pelas chuvas.
 
“A resposta de prevenção às chuvas tem funcionado. Isso ajuda a mostrar que os caminhos que percorremos até aqui para não termos problemas têm sido assertivos. O Nupdec (Núcleo de Proteção e Defesa Civil), o sistema de alerta e alarme e pluviômetros, por exemplo, têm dado um resultado muito bacana, de modo que a resposta tem aparecido no dia a dia da cidade. A chuva chega e muitas vezes nem percebemos”, detalhou Sosthenes.
 
A expectativa da Codesal é que no fim de semana, quando o mês de janeiro chega ao fim, a chuva não apareça de modo intenso. No sábado (30), a previsão é de céu nublado a parcialmente nublado com chances de até 70% de chuvas fracas e isoladas, podendo ocorrer a qualquer hora do dia. Já no domingo (31), a previsão é de céu nublado a parcialmente nublado com chances de até 80% de chuvas fracas, a qualquer hora do dia.
 
A Codesal mantém plantão 24 horas para atendimento a população, durante todos os dias da semana. Em caso de emergência, o cidadão deve entrar em contato através do telefone 199, no qual a ligação é gratuita.
 
O orgão ainda tem desenvolvido ações em parceria com as comunidades, o que tem colaborado para reduzir os danos nos período de chuvas intensas, como o Núcleo Comunitário de Proteção e Defesa Civil Mirim (Nupdec Mirim), projeto voltado a gerar proteção às comunidades que mais precisam nos períodos de chuva em Salvador. A intenção é formar voluntários integrantes do público infanto juvenil para atuarem nas áreas de risco e na prevenção de acidentes em suas regiões. Na quinta-feira (28), a Codesal certificou mais 15 crianças que cursaram a capacitação na comunidade Mamede, situada no Alto da Terezinha. O evento ocorreu na Escola Municipal Santa Terezinha.

Codesal tem feito parcerias com as comunidades para reduzir os impactos causados pela chuva (Foto: Paulo Azevedo/Codesal)