Geral

Você sabe o que são Serious Games? É bom conhecer

Serious Games, ao contrário do que a tradução ‘fácil’ possa indicar, não são ‘jogos sérios’ literalmente. Na verdade, o termo denomina jogos educativos voltados a situações reais com diferentes finalidades, como treinamento profissional, educação e saúde. Ou seja, é o videogame sendo usado não como entretenimento, mas principalmente como meio de uma outra finalidade.

De acordo com a coordenadora do curso de Jogos Digitais da Unijorge e pesquisadora, Marla Dore Carvalho, explica que os Game Based Learning (GBLs), subclassificação dos Serious Games, podem ser aplicados em todas as áreas da saúde, pois possibilitam a representação de situações vivenciadas no dia a dia, com ações simuladas no mundo virtual. Com o auxílio de um profissional da área, os jogos podem beneficiar pacientes em tratamentos preventivos e também como fisioterapia, por exemplo.

“Vejo a utilização destas ferramentas na área de bem-estar com um crescimento exponencial. A tecnologia é uma aliada, principalmente nesse momento de crise na saúde. É importante que tenhamos cada vez mais pessoas estudando e envolvidas na criação de jogos que podem auxiliar no tratamento e monitoramento de pacientes, como para a promoção do cuidado da mente e do corpo”, diz Marla.

Tela do Jecripe (Reprodução)

O Jecripe, na verdade uma sigla para Jogo de Estímulo a Crianças com Síndrome de Down em Idade Pré-Escolar, foi criado para atender as pessoas de diferentes pessoas com necessidades especiais. Ele estimula percepção, motricidade fina e memória, atenção e sensibilização fonológica está disponível para celulares. 

Já jogo educativo Barriga D’água, desenvolvido na Unijorge, em parceria com a Prefeitura Bairro, ajuda na conscientização e prevenção da esquistossomose. O game é voltado para crianças e adolescentes que puderam testar e sugerir melhorias, posteriormente, analisadas e aplicadas.

Telas do Barriga D’Água (Divulgação)

No Xbox 360 e One, por exemplo, o sensor de movimento Kinect (que depois se tornou o Azure Kinect, para PCs) auxiliou os consoles a contarem com diversos games que ajudam na preparação física como o Nike+ e UFC Personal Trainer. Este último já mais que testado pela coluna e aprovadíssimo, ainda que tenha alguns problemas. Seu objetivo maior, de auxiliar no condicionamento físico, é cumprido com louvor. Esses mesmos sensores ajudam muito também na chamada gameterapia, usada na fisioterapia para melhoria de postura, reabilitação física, estímulo neurológico.

“O mercado de Serious Games é bastante promissor e já é uma realidade nos países de primeiro mundo. No Brasil, apesar do preconceito ainda existir em relação a utilização destes jogos, a necessidade, acentuada pela pandemia, está fazendo com que essas barreiras diminuam. Em mercados como São Paulo, os Serious Games já são uma realidade, usados principalmente nas áreas de educação, saúde e para treinamentos em empresas.  Os Serious Games só têm a crescer, principalmente por conta das necessidades de mudança de comportamento impostas, pois possibilitam a representação de situações reais e a imersão em ambientes que despertam sentimentos e sensações que as pessoas poderiam vivenciar no mundo real “, analisa Marla.

***

iFood promove curso Programação do Zero para pessoas de baixa renda

O iFood está disponibilizando 120 bolsas integrais para o curso Programação do Zero, sendo 18 vagas exclusivas para Salvador. O objetivo da iniciativa, realizada em parceria com a Prefeitura e com a Cubos Academy, é formar pessoas que não teriam acesso à educação em tecnologia e conectá-las à demanda atual do mercado de trabalho.

Assim, as bolsas são para pessoas com renda familiar per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo. Além disso, no mínimo, 50% das bolsas serão destinadas a mulheres, 50% a pessoas negras, 30% a parceiros iFood (entregadores, donos ou funcionários de restaurantes) e 15% para residentes em Salvador (percentagens podem ser combinadas). Não é necessário conhecimento prévio em programação para se inscrever no curso. As inscrições para a primeira etapa do processo seletivo estão abertas no site da Cubos Academy até 30 de abril. 

***

E-commerce: Correios bate recorde de envio de mercadorias

Na pandemia, claro, a quantidade de pessoas comprando pela internet aumentou bastante. Cerca de 7 milhões de pessoas compraram pela internet pela primeira vez em 2020 e o faturamento das empresas de e-commerce cresceu cerca de 122%. Em 2021, as compras online seguem bombando e os Correios bateram recorde de entregas de mercadorias na semana de 12 a 16 de abril: foram mais de 9,6 milhões de encomendas enviadas – marca que supera o número apurado na última Black Friday, quando foram despachadas cerca de 9,5 milhões de encomendas, na chamada Black Week.