Geral

Wall Street fecha com tendências opostas; Nasdaq e S&P têm recorde


“A prudência predominou no começo de uma das semanas mais carregadas da temporada de resultados”, disseram analistas de Schwab. Bolsa de Nova York (NYSE), nos EUA
Brendan McDermid/Reuters
A bolsa de Nova York fechou com tendências opostas nesta segunda-feira (25) no começo de uma semana repleta de resultados de empresas e da primeira reunião prevista do Fed após a posse de Joe Biden. Mesmo assim, Nasdaq e S&P fecharam com níveis recorde.
O Dow Jones perdeu 0,12% a 30.960,00 pontos, mas o tecnológico Nasdaq subiu 0,69% com um novo recorde de 13.635,99 unidades e o S&P 500 ganhou 0,36% a um máximo de 3.855,36 pontos.
Em dia de baixa liquidez, dólar comercial fecha em alta de 0,60%
“A prudência predominou no começo de uma das semanas mais carregadas da temporada de resultados, quando o Federal Reserve [Fed, banco central americano] terá sua primeira reunião de política monetária de 2021”, resumiram os analistas de Schwab.
“Os mercados digerem as notícias favoráveis sobre o combate ao novo coronavírus e suas variantes depois que (o laboratório) Moderna anunciou que sua vacina deveria ser eficaz contra as mutações do vírus provenientes do Reino Unido e da África do Sul”, acrescentaram os analistas.
Nos próximos dias, esperam-se os resultados de Apple, Facebook e Microsoft, além de Boeing e Tesla.
Na quarta-feira será celebrada a coletiva de imprensa do titular do Fed, Jerome Powell. E na quinta-feira, a primeira estimativa do PIB dos Estados Unidos para o último trimestre de 2020.
VÍDEOS: Últimas notícias de Economia