Geral

Yankee Stadium, na cidade de Nova York, vira centro de vacinação contra a Covid-19


Estádio de beisebol é um dos centros de aplicação das vacinas contra o coronavírus na cidade. Idosos com 65 anos ou mais, professores e trabalhadores essenciais são prioritários. Estádio dos New York Yankees vira ponto de vacinação
O famoso estádio dos New York Yankees, na cidade de Nova York, amanheceu um pouco diferente nesta sexta-feira (5).
No lugar das imensas filas de torcedores vestidos de azul e branco, cores do time de beisebol sediado no Bronx, dezenas de pessoas aguardavam pacientemente – e com distanciamento – para receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19.
É que o estádio, que tem a capacidade de receber mais de 50 mil torcedores, se transformou em um dos centros de vacinação contra o coronavírus nos Estados Unidos.
Americanos fazem fila em frente ao Yankee Stadium, em Nova York, para receber vacina contra a Covid-19 em 5 de fevereiro de 2021
Carlo Allegri/Reuters
E nem mesmo o frio de 4ºC e a chuva afastou os americanos que, por volta das 8h (local, 10h em Brasília), já formavam fila na porta do estádio.
Atualmente, a vacinação no estado de Nova York prioriza idosos com 65 anos ou mais, além dos trabalhadores considerados essenciais, como professores, policiais, funcionários de supermercados, motoristas de ônibus e trabalhadores da saúde.
Americanos fazem fila em frente ao Yankee Stadium, em Nova York, para receber vacina contra a Covid-19 em 5 de fevereiro de 2021
Carlo Allegri/Reuters
Nessa semana, a cidade de Nova York precisou suspender a vacinação durante dois dias, por conta de uma forte nevasca que atingiu toda a região nordeste dos EUA.
Reportagem em atualização.